TV & Famosos

Após diversas polêmicas envolvendo a atriz Cássia Kis, TV Globo finalmente decidi seu futuro

Após tomar várias atitudes que vão contra o posicionamento da emissora, a decisão sobre o futuro de Cássia Kis foi tomada pelos diretores da Globo.

Apesar de todas as polêmicas que a atriz Cássia Kis vem se envolvendo, aparentemente, ela será mantida na emissora Globo. Ao que tudo indica, a decisão do canal foi de não colocar “mais lenha na fogueira”. Alguns funcionários da emissora chegaram a se reunir e fizeram de uma denúncia coletiva pedindo punição para a artista, contudo, aparentemente isso não deu certo e Cássia continuará ‘intocável’ dentro da Globo.

Cássia Kis causou polêmica ao aparecer em manifestações antidemocráticas que ocorreram em nosso país, inclusive, com algumas delas pedindo a intervenção militar. Além disso, ela chegou a realizar comentários que foram considerados homofóbicos, ao dizer que “homem com homem não dá filho”.

Atualmente, ela está no ar na novela “Travessia”, escrita por Gloria Perez e será mantida no elenco até o final da trama. No folhetim, a atriz interpreta a personagem Cidália. A Globo alegou que não pode controlar manifestações políticas que ocorrem fora de seus estúdios e apesar de toda a polêmica que Cássia causou, ela ainda é elogiada por ser extremamente pontual e cumprir com maestria sua função.

Apesar disso, vários colegas de trabalho encaminharam queixas contra seu comportamento ao departamento de compliance da Globo e ela própria denunciou atores da emissora por “assédio moral”.

“Prefiro deixar as divergências e os pensamentos políticos à parte. Profissionalmente, é muito bom trabalhar com ela”, revelou Dandara Mariana, que contracena com a atriz.

Os diretores teriam decidido que a retirada de Cássia Kis seria prejudicial tanto para a trama quanto para à própria emissora. Diante disso, a atriz continuará no elenco.

A atriz virou musa dos bolsonaristas após fazer declarações homofóbicas numa live com a jornalista Leda Nagle em outubro, razão pela qual está até sendo processada por outros atores da Globo, como é o caso do ator José de Abreu.