TV & Famosos

Filho de Waguinho, ex-pagodeiro, morre de forma trágica e revoltante; família se despede

filho do ex-cantor de pagode e pastor WaguinhoLucas Felipe, de 22 anos de idade, perdeu a vida de forma trágica após ser atingido por tiros. O ex-pagodeiro teve grande sucesso no nosso país nos anos 90, quando era o cantor do grupo musical Os Morenos.

De acordo com notícia publicada pelo jornal Extra, o jovem foi morto a tiros na última terça-feira, dia 8 de novembro. Os motivos para o fato ainda estão sendo investigados pelas autoridades policiais. De acordo a informação, o corpo do menino será enterrado nesta quinta-feira, dia 10 de novembro.

O evento de despedida e o velório de Lucas Felipe, filho do ex-pagodeiro Waguinho, vão acontecer no cemitério do Irajá, que fica na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. Por meio das redes sociais, o irmão do garoto emocionou a todos com um recado de despedida e em um comovente desabafo.

“É cabeça, sua partida precoce partiu o coração da nossa família. Você foi um irmão espetacular. Só quem teve o prazer de conviver contigo, sabe do tão puro que você era”, publicou Waguinho Júnior em um trecho da legenda, postado nos stories.

Em outra parte da mensagem, ele revela que está machucando muito, mas que eles vão seguir em frente, com a certeza de que Deus está no controle da situação. Para finalizar, diz que o “teu gordinho” vai amá-lo para sempre. Abaixo você pode ver uma reprodução dessa postagem.

O cantor Waguinho foi cantor de um dos maiores grupos de pagode do país dos anos 90, auge desse gênero musical no Brasil. Ele tem outros cinco filhos, Joyce e Stephanie, que são frutos do seu casamento com Solange Gomes, Júnior, Gabriel e Cainã, o mais novo de 18 anos.

Filho do cantor Nick Cave morre, aos 31 anos, dois dias depois de sair da prisão

Em maio, o cantor Nick Cave confirmou em um comunicado o falecimento do filho Jethro Lazenby, de 31 anos. O rapaz realizava trabalhos como modelo. “Com muita tristeza, posso confirmar que meu filho, Jethro, faleceu. Ficaríamos gratos pela privacidade da família neste momento”, disse na época o músico australiano, que preferiu não divulgar o motivo da morte. Jethro tinha deixado a prisão havia apenas dois dias antes da morte, de acordo com o portal britânico The Sun.