Notícias

Atirador invade escolas mata 3 pessoas e deixa 11 feridos no ES

Indícios apontam que o crime foi realizado por um jovem armado. Ele usava roupas camufladas e fugiu em um carro, modelo Renault Duster dourado.

Nesta sexta-feira, dia 25 de novembro, ao menos três pessoas morreram após um jovem ter invadido escolas na região do Espírito Santo, em Aracruz. Outras nove pessoas ficaram feridas por conta do ataque. Os disparos ocorreram na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Primo Bitti e no Centro Educacional Praia de Coqueiral, que fica próximo do local.

Até o momento, ainda não chegou a ser divulgado quem é o responsável pelos disparos e o que aconteceu com ele. De acordo com as autoridades, o jovem invadiu primeiro a escola onde supostamente estuda, a E.E.F.M, portando uma pistola e passou a atirar. Seis pessoas acabaram se ferindo, sendo que duas delas perderam a vida no local.

Reprodução/Folha Vitória

Logo em seguida, o jovem entrou em um veículo e foi para a escola particular que fica próxima, com isso, ele fez novos disparos, atingindo cinco pessoas, uma delas perdeu a vida na hora. A identidade das vítimas não foi divulgada pelas autoridades local.

Nas redes sociais, o governador do Espírito Santo anunciou que está acompanhando as investigações e lamentou o acontecimento. “Com sentimento de pesar e muita tristeza, estou acompanhando de perto a apuração da invasão nas Escolas Primo Bitti e Darwin, em Aracruz”, disse ele diante do assunto.

De acordo com a polícia militar, o atirador seria um aluno da escola pública. Na primeira escola ele feriu seis pessoas e tirou a vida de duas, sendo dois professores. Na escola particular, ele deixou cinco feridos e um aluno morto.