Notícias

Mulher que pagou R$ 400 pela execução do parceiro recebe o pior dos castigos

Chegou ao fim um caso muito cruel que estava sendo julgado no Tribunal do Júri de Águas Claras. Danyella de Oliveira foi condenada culpada pelos crimes que cometeu ainda em 2018, após mandar assassinar dois homens, um deles seu parceiro.

Danyella planejou uma vingança, após tentar reatar o namoro com o ex-parceiro, e não conseguir. Então frustrada, a mesma encomendou a morte do seu parceiro e também de seu melhor amigo, algo de uma crueldade sem tamanho.

Envolvidos no caso, 4 pessoas acabaram sendo condenadas, forma elas, Danyella, que foi condenada a 137 anos e 2 meses de prisão, Wisley Teixeira Galvão do Nascimento, que efetuou os disparos, foi condenado a 136 e seis meses, Maycon Cândida da Silva Corrêa, também envolvido nas mortes, acabou condenado a 142 anos e oito meses e Alexandre Torres Rocha foi condenado a 70 anos, mas não responderá pelos homicídios.

Os criminalistas foram contratados por 400 reais para cometerem o crime, eles até tentaram forjar um latrocínio. Contudo após 3 meses do assassinato, Danyella já tinha se tornado uma das suspeitas de ter comandado o crime.

Danyella começou confessando que havia contratado os homens para dar uma surra no ex, e não para matar. Porém a versão dos dois homens não foi essa, eles disseram que foram contratados para executar o homem pela mulher.

O caso que aconteceu em 2018, deixou todos chocados com os detalhes do crime, tanto o parceiro de Danyella quanto seu amigo, acabaram mortos degolados. Depois de mortos ambos ainda tiveram seus pertences roubados pelos criminosos, um crime cruel, e agora Danyella recebeu o pior dos castigos perdendo sua liberdade para sempre.